Sistema falido

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou hoje (31) que o sistema de segurança do Brasil está “falido”. Segundo avaliação dele, algumas das razões para isso são “nacionalização” e a “transnacionalização” do crime.

Todo mundo condenado

Saiu no site Diário do Poder: O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou o ex-presidente do BRB Tarcísio Franklim de Moura e outros oito pessoas pela prática de crimes previstos na Lei de Licitações, por peculato e por lavagem de dinheiro. Ainda cabe recurso da decisão.

Veja mais

Mulheres no DF

No Distrito Federal, é o seguinte o cenário político em relação às mulheres: nenhuma governadora eleita, com exceção da atuação da vice-governadora Maria Abadia que ocupou o governo na vacância de Joaquim Roriz; nenhuma senadora eleita desde 1989; seis deputadas federais – considerando oito cadeiras a cada legislatura. Em 2014, 351 mulheres disputaram eleições, uma…

Veja mais

Mulheres no parlamento

De acordo com dados da organização internacional União Interpalamentar, que produziu em parceria com a ONU Mulheres um ranking de países com participação feminina no parlamento, o Brasil ocupa o 154º lugar entre 193 países, com apenas 55 cadeiras ocupadas por mulheres das 513 da Câmara e 12 das 81, do Senado

O recado de Humberto Martins

O ministro Humberto Martins, vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça, criticou que os “reiterados ataques à conduta dos magistrados brasileiros” e declarou que esse comportamento representa perigo à “integridade do Estado Democrático de Direito”. Martins foi presidente da OAB de Alagoas, posteriormente foi nomeado pelo Quinto constitucional da advocacia para o Tribunal de Justiça alagoano e, finalmente, nomeado na vaga de magistrado para o STJ.

Veja mais

Execução penal

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, disse na noite desta 2ª feira (29) que usar o caso do ex-presidente Lula para revisar o início da execução penal após condenação em 2ª Instância é “apequenar” o STF. A declaração foi dada em jantar do Poder360-ideias, divisão de eventos do Poder360. O encontro reuniu empresários e jornalistas no Piantella, tradicional restaurante de Brasília.

Veja mais

Crise pode se alastrar pelo país

Bastante preocupado com a onda de violência no estado do Ceará, o presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, o advogado alagoano Everaldo Patriota irá reunir amanhã (30) a Comissão no Conselho Federal da OAB. Na reunião, estará presente o membro consultor da Comissão, o advogado Hélio Leitão, ex-secretário de Justiça e Cidadania do Ceará. “É uma situação de calamidade na segurança pública. Esperamos que haja uma voz forte da União, com ou sem intervenção branca, no enfrentamento dessa questão”, disse Patriota. E acrescentou: “Se as duas chacinas não tiverem uma resposta imediata, essa dramática situação pode se repetir em outras unidades da federação. Isso pode desencadear uma crise sem precedentes no país.”

Veja mais

Rebelião no Ceará

Pelo menos oito detentos ficaram feridos na começo da manhã de hoje (29) em rebelião na Cadeia Pública de Itapajé, a 124,2 km de Fortaleza. A informação foi confirmada pelo presidente do Conselho Penitenciário do Estado do Ceará (Copen), Cláudio Justa. Ele afirma que presídiários também morreram no conflito, mas ainda não há quantidade confirmada.

Veja mais