Uma miss no Supremo

A miss do Distrito Federal de 2011 e atualmente juíza federal do Tribunal Federal da 1a Região – sua jurisdição é o Acre – Alessandra Baldini deve passar a compor a assessoria do novo presidente do STF, ministra Antonio Dias Toffoli. Aos 31 anos, Alessandra – que já trabalhou como analista do Supremo – passou no concurso para a justiça federal em janeiro de 2015. Além disso, foi aprovada como analista do Superior Tribunal de Justiça, defensora pública e procuradora do Banco Central.

Veja mais

Mulheres no STF

O novo presidente do STF – posse ocorrerá amanhã , dia 13 – Antonio Dias Toffoli deverá convidar duas juízas federais para compor a sua assessoria no STF e no CNJ. São elas: a brasiliense Alessandra Baldini, que atua no Acre e a amapaense Livia Marques Peres, que atua em seu estado de origem.

Proteção do adolescente

Garantir as políticas de atendimento que respeitem o princípio da proteção integral do adolescente. Esse é o objetivo do projeto “A Implantação das Audiências Concentradas no Sistema Socioeducativo nas Varas Regionais da Infância e Juventude do Estado”, uma das seis iniciativas do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) selecionadas para concorrer à 15ª edição do Prêmio Innovare.

Veja mais

Violência no trabalho

Como enfrentar e superar as violências no trabalho será o tema de um congresso realizado pelo Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul, em Corumbá. O evento vai reunir profissionais de diferentes áreas para discutir questões relacionadas ao assédio moral, assédio sexual, discriminações de gênero, violência organizacional, trabalho infantil e trabalho escravo e as formas de atuação em defesa da saúde, dos direitos humanos e sociais do trabalhador.

Veja mais

Sem posto e patente

Um capitão do Exército foi declarado indigno para o oficialato, com consequente perda de posto e patente, após ser julgado no Superior Tribunal Militar (STM). O militar foi condenado no Tribunal pelo crime de estelionato, artigo 251 do Código Penal Militar (CPM), após ter se envolvido em práticas ilícitas por cinco anos, período no qual foram desviados mais de 10 milhões e 800 mil reais da Administração Militar.

Veja mais

Lua: Comunicação e Justiça

O diretor de comunicação do Tribunal de Justiça do Maranhão e ex-assessor de imprensa da Seccional da OAB e da CNBB, jornalista e etnomusicólogo Antonio Carlos Oliveira, mais conhecido como “Lua”, irá lançar, na próxima quarta-feira, dia 12, em São Luis (MA), o livro “Comunicação e Justiça”- Dilemas da cidadania na sociedade contemporânea. O livro conta com o apoio da Escola Superior da Magistratura do Estado do Maranhão (Essman).

Veja mais

Igualdade e Autonomia

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Centro de Apoio Operacional da Defesa do Direito do Consumidor (CADC), vai participar da 2ª Corrida e Caminhada Procon de Vitória – “Mulher: Igualdade e Autonomia”, no dia 16 de setembro, às 8h30, no estacionamento do píer de Iemanjá, na praia de Camburi.

Veja mais