Pelotense mata esposa

Após 13 anos de trâmite do processo, Walnir Treichel foi condenado a 17 anos de prisão em regime fechado pelo crime de homicídio duplamente qualificado. Conforme a denúncia do MP, o réu mandou matar a ex-esposa, Gleci Treichel, à época com 47 anos. “Ele não aceitava a separação e não suportava a ideia de Gleci ser uma mulher livre e independente”, sustentou o Promotor de Justiça José Olavo dos Passos no plenário do júri. Ele poderá recorrer em liberdade.

Veja mais

Projeto de jurisconsulto

Dois advogados brasilienses conversavam durante o intervalo de um julgamento no Pleno do STF sobre casos engraçados ocorridos nos seus escritórios com advogados recém-formados. Um deles, nascido no Rio de Janeiro mas radicado na capital federal há muitos anos, revelou que teve um estagiário metido a esperto. “Fiz um pedido simples: tirar cópia de capa…

Veja mais

Ratinho condenado

O apresentador de tv Ratinho, foi condenado a pagar indenização de R$ 200 mil por violar leis trabalhistas, como não conceder intervalo para repouso e alimentação, não fornecimento de equipamentos de proteção individuais adequados e contratações irregulares, em sua antiga fazenda localizada em Limeira do Oeste (MG).

Veja mais

O terror das metas

A Justiça do Trabalho condenou uma empresa do varejo de eletrodomésticos a pagar indenização por danos morais, no valor de R$ 10 mil, a um vendedor que era ameaçado de perder o emprego caso não atingisse as metas estabelecidas e não realizasse as chamadas vendas casadas, incluindo a garantia estendida na venda do produto. Para a juíza Thais Bernardes Camilo Rocha, em exercício na 3ª Vara do Trabalho de Brasília, as cobranças extrapolavam o limite da razoabilidade, gerando temor e angústia no empregado.

Veja mais

Santa Casa

A Santa Casa de Misericórdia de Maceió (AL) deverá pagar multa no valor de R$ 50 mil por não emitir Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) dentro do prazo legal. O valor resultou de um acordo judicial, feito pelo Ministério Público do Trabalho em Alagoas (MPT-AL) e homologado na Justiça do Trabalho em junho deste ano, depois que o hospital descumpriu Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o MPT.

Veja mais

Prisão de taxistas

O Ministério Público do Estado do Rio de janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal, denunciou à Justiça dez taxistas por agredirem o motorista Edilson Pereira Neto. Também foi requerida a prisão preventiva dos acusados. De acordo com a denúncia, os taxistas são acusados de se associarem para cometer crimes, tais como ameaças, lesões corporais e infrações ofensivas ao regular exercício da livre concorrência, com o objetivo de coibir a atividade prestada por motoristas vinculados ao aplicativo Uber, no entorno da Rodoviária Novo Rio.

Veja mais

Pardal na eleição

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR), aprovou a Resolução Nº 296/2016, que dispõe sobre a implantação do sistema de denúncias de irregularidades eleitorais, denominado “Pardal”. O aplicativo destina-se ao envio de denúncias de práticas irregulares ou ilegais no âmbito eleitoral, permitindo o envio de textos, imagens e vídeos com informações que auxiliem a Justiça Eleitoral na fiscalização de irregularidades das campanhas eleitorais.

Veja mais

Lua de mel sem marido

Depois de sete meses de casados, os paquistaneses Huma Mobin e Arsalaan Sever planejaram uma segunda lua de mel: uma semana na Grécia. Após comprar as passagens, escolher o melhor hotel e planejar cuidadosamente o roteiro da viagem, veio a surpresa: o visto de Arsalaan havia sido negado. Como a resposta da embaixada grega foi dada às vésperas da viagem, Huma diz que não teve escolha senão ir à própria lua de mel sem o marido. “Ele (Arsalaan) me forçou a ir porque já havíamos pago tudo”, relembra, em uma publicação no Facebook.

Veja mais

Soldador enloquecido

O 2º Tribunal do Júri de Belo Horizonte condenou um soldador de 30 anos pela morte de um estudante de 22 anos e pela tentativa de homicídio de outro homem durante uma festa de recepção de calouros num bar próximo ao campus Coração Eucarístico da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), em 8 de agosto de 2015. O réu deverá cumprir 19 anos em regime inicial fechado.

Veja mais

Rede Social

Os Juízes da 2ª Turma Recursal Mista do Tribunal de Justiça de Mato Grosso Sul, por unanimidade, deram provimento ao recurso interposto por F. R. L. contra sentença que julgou improcedente seu pedido de indenização por danos morais, decorrente de mensagem de texto publicada em rede social que degradaria sua imagem.

Veja mais