Vaga no CNJ

Desde o último dia seis está aberta a vaga da Câmara dos Deputados no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Nos últimos quatro anos a vaga foi ocupada pelo advogado Emmanoel Campelo Pereira. Recentemente, Emmanoel lançou o seu livro sobre lavagem de dinheiro e crime organizado transnacional. Nele, o conselheiro faz um apanhado das novas legislações…

Veja mais

Abuso de autoridade

O projeto que altera a lei de abuso de autoridade voltará a ser discutido e votado no Senado no próximo mês, segundo afirmou o senador Romero Jucá (PMDB-RR), presidente da comissão especial e relator da proposta. O projeto de lei é alvo de questionamentos de integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato e entidades representativas do Judiciário e do Ministério Público, que veem nas medidas uma forma de cercear as investigações.

Veja mais

Prefeito na cadeia

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Estado do Piauí, informa que o prefeito do município de Redenção do Gurgueia, Delano Parente, foi preso em Teresina. O prefeito estava foragido desde a semana passada, quando foi expedido um mandado de prisão em seu nome.

Veja mais

Corrida do Trabalho

O TRT Goiás vai realizar a tradicional cerimônia de lançamento da 7ª Corrida TRT18 – Em defesa da Justiça do Trabalho amanhã (14), no 1º andar do Fórum Trabalhista de Goiânia. Na ocasião também será lançada a 3ª Corridinha – Na Corrida contra o Trabalho Infantil – e será feita a entrega do prêmio 1º…

Veja mais

Leitura Livre

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, por meio de sua Biblioteca, lança um novo projeto: o Leitura Livre. A ideia é disponibilizar livros aos presos que são conduzidos dos presídios e que aguardam audiências nas dependências dos Fóruns.

Veja mais

Cartório Integrado

Em um mês de funcionamento, o número de atendimentos e encaminhamentos feitos pelo primeiro Cartório Integrado da Bahia supera a expectativa inicial de aumento de produtividade em 30%. Os resultados positivos traduzem maior agilidade na tramitação de processos.

Veja mais

Enxurrada de recursos

Dez anos após a condenação do ex-senador Luiz Estevão a 26 anos de prisão pelo desvio de R$ 3 bilhões dos cofres públicos, o Supremo Tribunal Federal (STF) ainda não publicou o acórdão da ação penal. A protelação deve-se à entrega de uma enxurrada de recursos pela defesa do empresário ao Tribunal Regional Federal (TRF), ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo — o 36º foi registrado no STF, na última segunda-feira. Os advogados provocam a delonga porque, após o trânsito em julgado do processo, as partes constituintes não podem recorrer das decisões.

Veja mais

Cármen e as crianças

Na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) desde o início de setembro, a ministra Cármen Lúcia aproveitou o feriado de 12 de outubro para receber crianças carentes de Brasília e região. Elas fizeram uma visita guiada ao STF e ganharam presentes doados por servidores. Foi a primeira vez que, em um Dia da Criança, um…

Veja mais

Ricos delinquentes

A decisão do STF de possibilitar a prisão dos após condenação em segunda instância teve o voto favorável do ministro Luis Roberto Barroso. Ele lembrou que foi a mudança de uma jurisprudência estabelecida em 2009 e que fomentou a “interposição infinita de recursos procrastinatórios” que buscavam a prescrição, gerando descrédito do sistema de Justiça. Segundo…

Veja mais

CNJ pune juíza

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu punir com pena de disponibilidade a juíza Clarice Maria de Andrade. A magistrada foi a responsável pela decisão de manter por 26 dias uma adolescente de 15 anos presa em uma cela masculina com cerca de 30 homens, na delegacia de polícia de Abaetetuba, no interior do Pará,…

Veja mais