Fundo do poço

O presidente da OAB de Sergipe, Henri Clay Andrade, defendeu uma “ampla, profunda e verdadeira “ reforma política democrática, que dê efetividade a democracia e fortaleça a participação cidadão no processo político brasileiro. ““Estamos no fundo do poço e só poderemos sair dele por meio de uma reforma política”, disse.

Veja mais

Professor de Harvard

Michael Sandel, famoso professor de filosofia de Harvard, falou no STF, a convite do Ministro Luís Roberto Barroso. Em meio à tormenta, deixou uma mensagem de otimismo: “O ativismo social brasileiro contra a corrupção é muito mais construtivo do que o populismo xenófobo que se espalhou pelo mundo”.

Caso Lamia

O gerente geral da companhia aérea Lamia, Gustavo Vargas, cuja aeronave caiu na Colômbia matando 71 pessoas, entre as quais a delegação da Chapecoense e vários jornalistas brasileiros, foi preso nesta terça-feira junto com outros dois funcionários da empresa, informou o Ministério Público boliviano.

Veja mais

Barroso e o aborto

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso afirmou que a interrupção da gravidez, nos três primeiros meses de gestação, está relacionada à autonomia da mulher e à igualdade de gênero, além de ser um direito fundamental ou natural, de liberdade de escolha.Na semana passada, a primeira turma do STF aprovou, baseada em voto de Barroso, a descriminalização do aborto nos três primeiros meses de gestação em um caso específico que estava sendo julgado pela Corte. No mesmo dia, o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia anunciou a criação de uma comissão especial para debater o aborto no país.

Veja mais

Manicure na cadeia

O Juízo da Vara de Delitos de Drogas e Acidentes de Trânsito da Comarca de Rio Branco (AC) condenou a manicure P. F. N., que está recolhida na unidade de recuperação social Doutor Francisco de Oliveira Conde, por tráfico de drogas a pena de 13 anos e cinco meses de reclusão e ao pagamento de…

Veja mais

Julgamento de Renan

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, pautou para a sessão de amanhã (7), quarta-feira, o julgamento definitivo pelo plenário da liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio, que afastou do cargo o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Papel pacificador

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, disse hoje (5) que a Justiça mais do que nunca tem um papel de pacificador da sociedade, devendo ser uma fonte de “sossego” para o cidadão, num momento em que há uma grande intolerância com a ineficiência do Estado brasileiro.

Veja mais

‘Quero viver em outro Brasil”

A palestra do ministro do STF, Luís Roberto Barroso em Salvador teve reclamações à corrupção e à impunidade no Brasil, mas teve um encerramento com uma mensagem otimista sobre o futuro. “O Brasil foi o maior sucesso do século 20. Por mais dramática que seja a fotografia do momento, o filme é bom e o final certamente será feliz. Eu não quero viver em outro país, eu quero viver em outro Brasil”, afirmou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) durante o seminário “Direito, Desenvolvimento e Políticas Públicas”, no Hotel Deville Prime.

Veja mais