Corte no orçamento

A atual administração do Tribunal de Justiça já promoveu, somente no ano de 2016, um corte superior a R$ 108 milhões nos investimentos que estavam programados. Também houve redução das despesas do Judiciário estadual, na ordem de R$ 28,7 milhões, superando R$ 137 milhões em economia de recursos.

Destruição de caca-níqueis

O Tribunal de Justiça o Espírito Santo publicou autorizou a destruição de máquinas caça-níqueis e de bingo eletrônico após a realização da perícia em seus componentes eletrônicos. Além de não haver um local apropriado para depósito desses equipamentos, o seu armazenamento inadequado poderia trazer riscos à saúde pública, por se tornarem ambientes propícios à proliferação de pragas e insetos, em especial, larvas do mosquito Aedes Aegypti.

Veja mais

Lava Jato

Há no Supremo Tribunal Federal 42 investigações relacionadas à Lava Jato com 110 investigados. São 29 deputados federais e 13 senadores. A maioria não foi nem denunciada pela Procuradoria-Geral da República.

Medida exemplar

O presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, desembargador Annibal de Rezende Lima, determinou a redução do valor dos contratos com empresas terceirizadas com o Poder Judiciário Estadual. A medida gerou uma economia de cerca de R$2.300.00,00, por ano, com os cortes feitos nos contratos de locação de veículos e no de motoristas terceirizados.

Veja mais

Sem salário

O parcelamento dos salários em até sete vezes, anunciado na sexta-feira (11) pelo governo do Rio de Janeiro, já enfrenta reações. Funcionários do estado pretendem recorrer à Justiça para receber integralmente até quarta (16), data definida para o pagamento de todos os servidores.

Censura na Tv Justiça

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou proposta que proíbe a TV Justiça de transmitir as sessões do Supremo Tribunal Federal (STF) e dos demais tribunais superiores que envolvam julgamento de processos penais e cíveis. Pela proposta, será proibida a transmissão ao vivo ou gravada, com ou sem edição. As mesmas proibições valerão para a Rádio Justiça. A proposta será analisada, em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Veja mais

O julgamento de Pimentel

Deu no Antagonista: O Antagonista soube que Cármen Lúcia vai pautar, na primeira quinzena de dezembro, o recurso que pode afastar Fernando Pimentel do governo de Minas Gerais. A ação reverteria a decisão do STJ que condicionou a abertura de processo contra o governador mineiro – e seu afastamento automático – à autorização prévia da…

Veja mais

32 anos sem Marão

Há exatos 32 anos, às 23h55m do dia 11 de novembro de 1984, era brutalmente assassinato o repórter-policial do Correio Braziliense e da Rádio Planalto, Mário Eugênio, mais conhecido entre os colegas como ‘Marão’. Era um domingo à noite e ele saía da Rádio Planalto após gravar o programa Gogó das Sete que iria ao ar no dia seguinte.

Veja mais

Janot e o foro

O procurador geral da República, Rodrigo Janot, defendeu, hoje (11/11), a redução do foro privilegiado. Ele disse que a medida, junto com a alteração no sistema de recursos, faria a Justiça ser mais rápida. “O foro tem que ser reduzido”, disse a jornalistas em café da manhã em Brasília.