Vitória da Defensoria

A prefeitura de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, tem três dias para pagar as parcelas que ainda faltam dos salários de outubro, assim como o valor integral referente a novembro, dos servidores, aposentados e pensionistas daquela cidade. É o que determina uma nova decisão que a Defensoria Pública do Rio de Janeiro (DPRJ) obteve junto ao plantão de judiciário de segunda instância. O descumprimento está sujeito à responsabilização civil e criminal do prefeito.

Veja mais

Defensoria Pública em ação

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro requereu à Justiça Federal a concessão de liminar que obrigue à União a devolver os valores que bloqueou das contas do Tesouro estadual. O pedido consta em uma Ação Civil Pública (ACP) protocolada nesta terça-feira (27), no plantão judiciário. O último bloqueio levou o governo do Estado a postergar ainda mais os salários de novembro dos servidores, aposentados e pensionistas. O calendário prevê o pagamento em até nove parcelas.

Veja mais

Vagas no TSE

Em abril e maio de 2017 vencem os mandatos dos ministros Henrique Neves e Luciana Lóssio, ambos indicados por Dilma para o TSE na classe dos juristas. Os mais cotados para assumir as vagas são Admar Gonzaga Neto, ligado ao PSD do ministro Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia), e Tarcisio Vieira Carvalho Neto, ex-assessor durante…

Veja mais

Condenações na Lava Jato

A Operação Lava Jato, iniciada em março de 2014, já alcançou a marca de 120 condenações de investigados na primeira instância da justiça. A maioria das condenações foi dada pela caneta do juiz federal Sérgio Moro, da 13 Vara Federal de Curitiba. Os dados são da Procuradoria-Geral da República.

Mata e pede clemência

Do ex-presidente nacional da OAB, o advogado Cezar Britto sobre a reforma trabalhista proposta recentemente pelo governo: “”Matou os pais e pediu clemência ao juiz por ser órfão.”Lembrei desta frase anônima quando li que uma das justificações usadas para acabar com o Direito do Trabalho é o alto número de ações trabalhistas. É o mesmo…

Veja mais

Riascos no TST

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) estipulou o valor necessário para que o jogador Riascos do Cruzeiro consiga total liberação do clube mineiro. Se quiser deixar o Cruzeiro em definitivo, o atacante colombiano terá que pagar uma quantia de R$2.262.000,00 como caução. A decisão foi do ministro Ives Gandra.

Justiça entupida

Já entupida de processos por não conseguir reduzir estoques de anos anteriores, a Justiça do Trabalho deve contabilizar em 2016 mais de 3 milhões de novas ações, o que reforça o status do Brasil de país com o maior número de reclamações trabalhistas.

Marx e Papai Noel

Do advogado Luiz Fernando Pereira em sua página no Facebook: “Ainda novo parei de acreditar em papai Noel. Nem tão novo assim, deixei de acreditar no outro barbudo – Karl Marx. Ainda assim, como já registrei aqui, estive no cemitério de Highgate, em Londres, visitando o túmulo de Marx. Guardo boas recordações das duas crenças…

Veja mais