Henri Clay e a ira santa

A radicalização do processo político em que o país mergulhou nos últimos anos assumiu uma proporção que, ao meu ver, passou a exigir uma ampliação do campo de atuação política para além da minha categoria profissional. A afirmação é do presidente licenciado da Seccional da OAB de Sergipe e candidato a uma vaga no Senado Federal pelo Partido Pátria Livre (PPL), Henri Clay Andrade. Aos 49 anos, há 25 advogado militante, natural de Lagarto, no interior do Estado, Henri Clay é um forte candidato a representar, a partir do próximo ano, Sergipe no Congresso Nacional.

Veja mais

A professora de inglês

De Copenhagen, Irineu Tamanini
especial para o direitoglobal.com.br

Os alunos brasilienses que cursaram inglês entre 1972 e 1986 na Thomaz Jefferson, Cultura Inglesa, IBI e no CEUB certamente foram alunos da professora Fátima Andersen. Nascida em Goa, na Índia, Fátima ainda jovem ganhou uma bolsa de estudos e rumou para Londres onde aprendeu a falar e escrever com fluência a língua inglesa. Depois, mudou-se para Lisboa onde também aprendeu a falar e escrever com fluência a língua portuguesa.

Veja mais

Três posições diferentes

Os três ministros do TST indicados pelo Conselho Federal da OAB – o chamado Quinto Constitucional da advocacia – tiveram posições diferentes na votação desta quinta-feira onde a Petrobras foi derrotada na maior ação trabalhista da história da companhia. O plenário do Tribunal Superior do Trabalho (TST) deu razão aos trabalhadores com um placar apertado:…

Veja mais

Cezar Britto, um dos vencedores

O ex-presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e advogado de um dos sindicatos de funcionários na causa bilionária sofrida pela Petrobras, a decisão do TST deixou claro que é preciso respeitar o direito do trabalho. Segundo ele, agora a decisão deve ser aplicada a milhares de ações que estão nas instâncias inferiores.

Veja mais