A turma de Carangola

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e aposentado pelo AI-5 do regime militar, o saudoso Victor Nunes Leal; a juíza aposentada e ex-deputado federal Denise Frossard e o jornalista Mauricio Dias, ex-Veja, Jornal do Brasil e atualmente colunista da revista CartaCapital, tem algo em comum: os três nasceram em Carangola, cidade mineira distante cerca de 360 quilômetros da capital Belo Horizonte.

Veja mais

O voto errado do eleitor

Recordar é viver (e em alguns casos, lamentar ): a juíza aposentada do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Denise Frossard, que se notabilizou nacionalmente por condenar catorze contraventores e membros do crime organizado em 1993, deixou o Judiciário para para postular cargos públicos eletivos. Nas eleições de 2002, Frossard foi eleita deputada federal…

Veja mais

A doença dos bandidos

Da juiza de direito aposentada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e ex-deputada federal pelo PSDB-RJ, Denise Frossard em sua página no Facebook: “Lendo os jornais verifico que muitos dos envolvidos nas malhas das operações da Polícia Federal alegam que estão doentes. Quando há mais de 20 anos prendi e condenei os “banqueiros…

Veja mais

Gilmar critica CNJ e juízes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, fez fortes críticas ao sistema judiciário brasileiro durante sua participação hoje (08) no Brazil Conference at Harvard and MIT, nos Estados Unidos. Mendes criticou a postura de juízes, promotores, advogados e até do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ao avaliar o quadro do sistema prisional no país.

Veja mais

Trabalho escravo

Trinta e uma pessoas foram resgatadas esta semana de uma multinacional chinesa em Mato Grosso, em situação semelhante à escravidão. O resgate ocorreu no município de Nova Maringá. As vítimas trabalhavam no manejo da soja para a empresa COFCO Agri, indústria de processamento de produtos agrícolas com sede nacional em São Paulo. Os trabalhadores foram…

Veja mais

Um nome forte para o CNJ

O ex-presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Fernando Cesar Baptista de Mattos, é um dos candidatos do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para ocupar, pela segunda vez consecutiva, a vaga de conselheiro no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na vaga destinada a juiz federal de 1º grau. Além de integrar o CNJ, Fernando Mattos – considerado pelos seus pares como um dos mais brilhantes magistrados – é juiz federal titular da 1ª Vara Federal de Execução Fiscal de Vitória , no Espírito Santo.

Veja mais

Indenização aos indígenas

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) terá de indenizar em R$ 10 milhões, por danos morais coletivos, os índios Tenharim e Jiahui, que vivem nas proximidades do município de Apuí, no sul do Amazonas. A decisão é da Justiça Federal e foi baseada em ação do Ministério Público Federal no estado (MPF/AM) que apontou graves danos ambientais causados ao território e ao modo de vida tradicional das etnias por obras na BR-230, a Rodovia Transamazônica.

Veja mais

Estuprada no convento

Quando pediram para que a irmã Francisca cuidasse da alimentação do grupo de homens que reformavam o convento onde vivia enclausurada no coração de Santiago, no Chile, não tinha ideia do quanto aquilo mudaria sua vida. Ela resume o que ocorreu em três palavras: “Começou meu calvário”, segundo a emissora local TVN.

Veja mais

Fla ou Sport ?

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luis Roberto Barroso liberou para julgamento o recurso do Flamengo no processo sobre o título nacional de 1987, que a Justiça entendeu pertencer ao Sport. O recurso movido pelo time carioca havia sido suspenso no Supremo Tribunal Federal em agosto do ano passado para que Barroso avaliasse o caso.

Veja mais