Advogado eleito no Flu

O Fluminense já sabe quem será seu presidente pelos próximos três anos e meio. A votação realizada hoje (08) na sede das Laranjeiras elegeu o advogado Mário Bittencourt. Ele administrará o clube ao lado de Celso Barros, ex-presidente da Unimed-Rio, que patrocinou o clube por 15 anos. Os dois tomam posse na próxima segunda-feira.

Escoamento de água

Sentença proferida pela 1ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos de MS julgou parcialmente procedente a ação movida por proprietários de imóvel em razão dos danos decorrentes do escoamento das águas do imóvel vizinho, condenando os donos e o Município de Campo Grande (como locatário do imóvel) a realizarem em 30 dias as obras de drenagem, além do pagamento de indenização pelos danos materiais a ser apurada em liquidação de sentença e ainda R$ 15.000,00 de danos morais.

Veja mais

Advogado trans

A OAB Ceará entregou a primeira carteira com nome social de um homem trans ao advogado Murilo Gonçalves. Ele é advogado desde 2013 e depois de passar pelo processo de transição de gênero, solicitou à Ordem o documento com o nome social e foi prontamente atendido.

Veja mais

Repúdio da Abracrim

Duas entidades – a Abracrim Mulher Nacional e a Abracrim Mulher Rio de Janeiro – divulgaram nota de apoio à advogada Maira Fernandes após ela ter sido expulsa do Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher (CLADEM) onde era filiada há 15 anos, por ter aceito a defesa do jogador Neymar no suposto caso de estupro:

Veja mais

Tiro no pé

Do advogado e diretor-tesoureiro da Seccional da OAB do Rio de Janeiro (OAB-RJ), Marcello Oliveira sobre a decisão do Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher (CLADEM) de expulsar dos seus quadros a advogada Maíra Fernandes em virtude dela, como criminalista, ter aceito defender o jogador Neymar:

Veja mais

Jóia do Flu é filho de advogados

Filho de pais advogados e morador da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, o capixaba Miguel Silveira, de apenas 16 anos, ao sair do banco e enfrentar o o Cruzeiro, nesta quarta-feira (05), pela Copa do Brasil, no Mineirão, realizou um feito inédito no país. O apoiador do Fluminense tornou-se o primeiro jogador nascido em 2003 a atuar num clube de Série A no Brasil. Miguel iniciou a jogada que terminou no segundo gol tricolor no empate de 2 a 2 no tempo normal, feito por João Pedro, de bicicleta. O Fluminense acabou eliminado nos pênaltis, ao perder por 3 a 1 nas cobranças.

Veja mais

Vaga no STJ em 2020

No penúltimo dia do próximo ano será aberta uma vaga de ministro do STJ. No dia 30 de dezembro de 2020 o ministro Napoleão Nunes Maia completará 75 anos e terá que, constitucionalmente, deixar a magistratura. A vaga de Napoleão, nascido em Limoeiro do Norte (CE), é de membro de Tribunal Regional Federal (TRF). A…

Veja mais