O procurador do Sindicato dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro, Nicola Manna Piraino votou hoje (14) contra a criação de um posto do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio de Janeiro, em Campo Grande, onde serão realizadas audiências e demais atos processuais de primeira instância.

A consulta popular é realizada por iniciativa do Sindicato dos Advogados dos Estado do Rio de Janeiro. Segundo Nicola, os advogados trabalhistas, de pequenos escritórios, sejam de autores, sejam patronais, se aprovada tal medida, pelo TRT da Primeira Região, serão extremamente prejudicados.