A Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da Primeira Região (Amatra1 – Rio de Janeiro), divulgou nota repudiando as declarações do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. Em entrevista à Folha de S. Paulo, Jefferson afirmou que a Justiça do Trabalho deveria “acabar”. “Ela é a babá mais cara do mundo”, disse.

Na nota, a Amatra “rechaça, veementemente, as aleivosias perpetradas pelo parlamentar, cujos motivos (…) são estritamente de ordem pessoal, carecendo de suporte real e jurídico que as justifique.”