O juiz Welithon Alves de Mesquita, da 1ª Vara da Comarca de Quixadá, no Ceará, conduziu a solenidade de instalação do Projeto de Monitoração Eletrônica Prisional no Fórum local. A unidade judiciária é a primeira do Interior do Estado a receber tornozeleiras eletrônicas. A iniciativa é da Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus). Na ocasião, foram instaladas, a título de apresentação, duas tornozeleiras eletrônicas em apenados previamente selecionados, que cumprem penas no regime semiaberto.

O tornozelamento objetiva garantir ao preso o processo de reinserção social gradativa, oportunidade de reinserção no mercado de trabalho e antecipação do contato familiar, promovendo dignidade aos monitorados e humanização da execução penal. O projeto também será implantado nas Comarcas de Sobral e Juazeiro do Norte.