A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (16) a Operação Pegadores, quinta fase da Operação Sermão aos Peixes, chamada de Pegadores, que apura indícios de desvio de recursos públicos federais, em contratos de gestão e termos de parceria entre o governo do Maranhão, chefiado por Flávio Dino (PCdoB), e organizações do terceiro setor.

Os policiais federais cumprem 45 mandados judiciais expedidos pela juíza federal Paula Souza Moraes, da 1ª Vara Criminal Federal no Maranhão. São 17 de prisão temporária e 28 de busca e apreensão. As ações ocorrem nas cidades maranhenses de São Luís, Imperatriz e Amarante; e em Teresina, no Piauí.

O inquérito policial foi aberto em julho de 2015, quando Dino já governava, para investigar servidores públicos que exerciam funções de comando na Secretaria de Estado da Saúde. A operação conta com o apoio do Ministério Público Federal, do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.

A juíza Paula Souza Moraes determinou também o sequestro de bens dos suspeitos no valor de mais R$ 18 milhões. As prisões foram determinadas contra servidores da Secretaria de Estado da Saúde, diretores, tesoureiros e administradores das organizações sociais, empresários de empresas de fachada e pessoas responsáveis pelo pagamento de propina a servidores públicos.(site Diário do Poder)