A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT-MA), desembargadora Solange Cristina Passos de Castro Cordeiro, destinou 200 mudas de plantas frutíferas para doação a magistrados, servidores, terceirizados e estagiários.

As mudas de maracujá, sapoti, feijão guandu, goiaba e baruzeiro serão entregues no prédio-sede do TRT e no Fórum Astolfo Serra, sede das Varas do Trabalho de São Luís. A doação faz parte da campanha de sustentabilidade “Doe uma semente para a Mãe Natureza! Salve vidas plantando vida nos canteiros da 16ª Região”.

O baruzeiro é uma árvore nativa do cerrado brasileiro, que também pode ser encontrada na região do Triângulo Mineiro, norte do Estado de São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O baruzeiro produz a semente de baru, uma castanha de sabor semelhante ao amendoim, com alto valor nutricional. A castanha, que não deve ser comida crua, é rica nos óleos graxos essenciais ômega 6 e 9, além de ter minerais como ferro, zinco, fósforo, cálcio e magnésio, aminoácidos essenciais e mais proteínas que as castanhas do Pará e de caju. Da castanha é extraído um óleo que é usado tanto na cozinha quanto na cosmética. O óleo tem ação antioxidante e anti-inflamatória.