No dia 14 de fevereiro do próximo ano – quarta-feira de cinzas – Gilmar Mendes deixa a presidência do TSE. Em se lugar, assume Luis Roberto Barroso que ira funcionar como terceiro juiz oriundo do STF na composição do TSE. Os outros dois serão Luiz Fux, presidente e Rosa Weber, vice-presidente.

Fux exercerá a presidência do TSE até 15 de agosto de 2018. Nesta data termina o seu segundo biênio como juiz titular. Assumirá então a presidência da Corte eleitoral a ministra Rosa Weber. Automaticamente, Barroso assume a vice-Presidencia do TSE. O terceiro ministro oriundo do STF passará a ser Edson Fachin.