Do procurador do Sindicato dos Advogados do Rio de Janeiro, Nicola Manna Piraino: Hoje (11), entra em vigor a reforma trabalhista, votada e aprovada a toque de caixa, pelo Congresso Nacional, e que foi proposta pelo desgoverno Temer, para agradar o mercado financeiro e a elite brasileira. São mais de 100 (cem) artigos, alterando a CLT, em nome da modernidade e da falácia do aumento do emprego, no pais.

Há mais de 29 anos, como advogado trabalhista militante, com outros tantos colegas e companheiros advogados e advogadas, adotando princípios constitucionais inafastáveis, além de Tratados e Convenções Internacionais do Trabalho, ratificadas pelo Brasil, seguiremos na trilha do saudoso Dr. Calheiros Bomfim, que sempre dizia: “Mesmo nas adversidades e nos momentos difíceis, lutar, sempre, e de cabeça erguida, em nome das boas causas”