Depois de ser preso no último domingo (13), em Luziânia, cidade de Goiás no Entono do Distrito Federal, Nilson Roger da Silva de Freitas, o Roger Jacarezinho, líder do tráfico no Jacarezinho, comunidade do Rio de Janeiro, foi transferido para a capital fluminense, onde seu caso ficará sob responsabilidade da 39ª Vara Criminal do Rio de Janeiro.

De acordo com o delegado Leonardo de Castro, da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord), Nilson vai ficar preso em Bangu e deve pegar, no mínimo, 30 anos de prisão. Ele estava foragido havia sete anos. A operação que resultou em sua prisão contou com cerca de 40 policiais e oito viaturas. Atuaram, além da Cord, a Divisão de Operações Especiais (DOE) e a Divisão de Operações Aéreas (DOA).

Nilson se mudou para a região do Entorno em 2012, quando houve a pacificação da comunidade que liderava, no Rio. Aqui, tornou-se um fiel seguidor da Igreja Presbiteriana Batista.