A juíza Adriana Nolasco da Silva, de 46 anos, morreu hoje (20) devido aos ferimentos causados após seu carro ser atingido por destroços quando passava sob um viaduto na avenida do Estado, na região central de São Paulo, na noite anterior. O acidente foi causado por um caminhão com excesso de altura que colidiu no viaduto. O carro de Adriana vinha logo atrás e acabou atingindo um bloco de concreto que se desprendeu após a primeira colisão.

A magistrada, que trabalhava no Fórum de Jundiaí, no interior de São Paulo, teve o crânio atingido e ficou presa às ferragens. Ela foi socorrida em estado grave e levada para Hospital das Clínicas (HC), onde não resistiu. Outra pessoa que também estava no veículo não sofreu ferimentos.