Vida de jogador de futebol em final de carreira não é fácil. Cicinho, de 37 anos, ex-lateral-direito da Seleção Brasileira, Atlético Mineiro, São Paulo, Real Madri e Roma, vai jogar agora a série “D” do Campeonato Brasileiro pelo Brasiliense, na capital federal. O clube é de propriedade do empresário Luis Estevão, preso na Papuda por desvios milionários na construção do prédio do TRT de São Paulo.

O último clube de Cicinho foi o Sivasspor, da Turquia, pelo qual jogou por três temporadas. O jogador voltará a atuar junto de Souza, meia de 38 anos, companheiro de Cicinho no São Paulo, clube no qual os atletas foram campeões da Copa Libertadores em 2005. . Atualmente, Cicinho reside em São Luís do Montes Belos, no interior de Goiás, e a pouco mais de 330 kms de Brasília.