O delegado titular da 4ª Delegacia Distrital de Polícia de Goiânia (GO), Eli José de Oliveira responsável por investigar o golpe milionário aplicado em correntistas do Banco Santander em Goiânia informou que o prejuízo já alcançou R$ 4 milhões. Ao total, o gerente do Banco suspeito de aplicar o golpe, Fernando Dias da Silva vitimou aproximadamente 30 pessoas, entre elas o cantor Leonardo.

De acordo com o delegado, o suspeito do golpe apareceu na delegacia em companhia do advogado de surpresa mas não respondeu sobre as perguntas feitas pelo delegado. Fernando permaneceu em silêncio e alegou o seu direito constitucional de ficar calado, se pronunciando somente em Juízo. O gerente estava sendo procurando pela polícia após a denúncia de diversos clientes do Banco Santander, denunciando a falta de dinheiro nas contas bancárias, no entanto, não fui encontrado.

Entre as justificativas para o sumiço, Fernando alegou ter recebido ameaças, e por conta disso, teria permanecido na casa de parentes. “Ele alega que estava sendo ameaçado juntamente com a família e por isso ele está na casa de parentes”, conta o titular.