Após 63 anos, um presidente da República indica para o Supremo Tribunal Federal (STF) um magistrado nascido em Santa Catarina. Teori Albino Zavascki, indicado hoje (10) por Dilma Rousseff foi o primeiro ministro que Lula nomeou para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) logo após assumir o cargo. Ele nasceu em Faxinal dos Guedes, no oeste catarinense em 15 de agosto de 1948. O primeiro presidente da República a nomear um catarinense para o STF foi Eurico Gaspar Dutra por decreto de 12 de setembro de 1949. Luiz Gallotti, o indicado, teve aprovação unânime do Senado Federal. Por coincidência, tanto Gallotti quanto Teori nasceram no mesmo dia – 15 de agosto – mas em anos diferentes. Gallotti nasceu no município de Tijucas no ano de 1904. Faleceu em 1978 no Rio de Janeiro.

Teori, que chegou ao Judiciário por meio do Quinto Constitucional da OAB ao ser indicado para o Tribunal Regional Federal (TRF) com sede em Porto Alegre, é considerado pelos colegas atuais ministros do STJ, e também pelos ministros aposentados, como o integrante da Corte mais preparado, principalmente para analisar a jurisdição constitucional. “É um juiz brilhante”, afirmou um colega que hoje já aposentou a toga. Formado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Teori foi advogado do Banco Central durante vários anos onde entrou por concurso público onde obteve o segundo lugar.

Em 1979, Teori obteve aprovação, também em concurso público de provas e títulos, para o cargo de juiz federal. No entanto, não tomou posse porque preferiu continuar como advogado do Banco Central.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário