O ator Carlos Eduardo Bouças Dolabella Filho, mais conhecido no meio artístico com Dado Dolabella, deixou a prisão no 33° Distrito Policial de Pirituba (SP) após 60 dias por causa de dívidas com pensão alimentícia. Em casa, o ator resolveu se manifestar a respeito do rigor da lei. O filho de Pepita Rodriguez já afirmou que não consegue pagar o valor estipulado pela Justiça porque seu salário atual não condiz com o determinado.

“Depois de ler tantos julgamentos e agressões nas redes (in)sociais, achei uma opinião de alguém com conhecimento de causa”, escreveu Dado, referindo-se à advogada Fernanda Tripode.

No texto compartilhado por Dolabella, a advogada expõe as diferenças que a Justiça coloca entre homens e mulheres. “Veja o que ela diz: ‘Lido com isso. Normalmente sou advogada dos alimentantes homens. E sim, são os mais afetados com a Lei que prevê prisão civil por dívida de alimentos’, diz um trecho.

“Para conseguir a revisão de alimentos de um alimentante homem é realmente mais difícil. Há inclusive morosidade. E mesmo o alimentante sendo preso demonstrando a total incapacitado”.