Crime do cabeleireiro

Crime do cabeleireiro

Jurados do 1º Tribunal do Júri de Belém, presidido pelo juiz Edmar da Silva Pereira, condenaram Adriano Costa Pimentel, 23 anos, cabeleireiro, acusado de matar Everton de Sousa Santos, 26 anos. Por maioria dos votos os jurados acataram a acusação sustentada pelo promotor de justiça José Rui de Almeida Barbosa, rejeitando a tese do advogado Willian Aviz de Assis, que promoveu a defesa do réu, de negativa de autoria. A pena fixada ao réu de 16 anos e seis meses de reclusão será cumprida em regime inicial fechado, sendo mantida a prisão do condenado.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVia ProUni
Próximo artigoÁrbitro de jiu-jitsu