A juíza Dalva Macedo, da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, emitiu um despacho hoje (08) solicitando novas informações a Gustavo Scarpa no pedido de liminar feito pelo jogador para se desvincular do Fluminense. A magistrada deu um prazo de 15 dias para que tais informações sejam adicionadas, caso contrário o processo será extinto.

Com base em uma nova redação da CLT, a magistrada requeriu às advogadas do jogador a discriminação dos valores solicitados no processo, cujo valor da causa é de R$ 9.282.00,00 a ser pago pelo clube ao atleta. No pedido de liminar feito pelas advogadas, há os valores dos salários e direitos de imagens, mas nem todos os valores solicitados foram discriminados