O prefeito Evandro Magal (PP) foi preso hoje (13), em uma operação do Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) que apura fraudes em licitação, pagamentos de propina e lavagem de dinheiro na Prefeitura de Caldas Novas, na região sul de Goiás. De acordo com o MP-GO, além de Magal, outras 8 pessoas, entre agentes públicos e empresários, foram detidas.

A Operação Negociata foi deflagrada na madrugada desta quinta-feira, pelo O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do MP-GO, em parceria com as polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal.