A tragédia da Boate Kiss, que matou 242 pessoas e feriu 680 outras, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, completa cinco anos hoje (27) sem condenações. O incêndio na casa noturna matou 242 pessoas[4] e feriu 680 outras[3 242 pessoas em 2013.

O incêndio foi provocado por um integrante da banda Gurizada Fandangueira, após acender um sinalizador que emitia fagulhas. Elas atingiram o teto feito de espuma, o que fez o local pegar fogo rapidamente, deixando 636 pessoas feridas. De acordo com o inquérito policial, 28 pessoas foram apontadas como responsáveis, entre elas os dois donos da boate, um músico e o produtor da banda.