O presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Milton Fernandes de Souza e o governador do Estado do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles assinaram, no Palácio Guanabara, Termo de Compromisso de Cessão de Uso de Áreas para utilização da área do prédio Barão de Mauá, onde funcionava a antiga estação da Leopoldina. A área será utilizada para instalação dos serviços administrativos do Poder Judiciário.

O projeto prevê, ainda, a transferência das frotas de automóveis e as unidades de oficinas, que hoje estão instaladas em vários pontos da cidade, alguns, em áreas de risco. Também serão transferidas as unidades administrativas espalhadas em vários prédios, centralizando a atuação dos servidores e a prestação jurisdicional.

O termo de concessão de uso corresponde à área de cerca de 40 mil m², situada na Rua Ceará nº 401, Praça da Bandeira; de 10 mil m², situada na Rua Francisco Eugênio nº 303, em São Cristóvão; e o prédio Barão de Mauá e área contigua ao prédio. Como contrapartida o TJ ficará responsável pela restauração do prédio e manutenção das instalações.