Novo presídio

O governador de Sergipe, Jackson Barreto, assina hoje(17) a ordem de serviço para construção do novo estabelecimento prisional no regime semiaberto no município de Areia Branca. O evento ocorrerá em Aracaju, às 10:30h, no Palácio de Despachos.

Auxílio-moradia

Saiu hoje (17) no Painel da Folha de S.Paulo: Enquanto não é alvo de uma decisão definitiva no STF, o auxílio-moradia pago a juízes continua custando caro à União. Segundo o orçamento de 2018, calculado com base em previsão feita pelos próprios órgãos, só a Justiça do Trabalho –braço do Judiciário que é o campeão da despesa– deve gastar mais com a ajuda de custo do que todo o corpo diplomático do Brasil no mundo: R$ 197,7 milhões. O valor destinado ao Ministério das Relações Exteriores é de R$ 188,5 milhões.

Eduardo Alves 78

O Ministério Público Federal em Brasília pediu a condenação do ex-deputado e ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), a 78 anos de prisão, além de multa de R$ 3,2 milhões, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, por ter atuado em conluio com o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha no esquema criminoso na Caixa.

Cunha 386

O Ministério Público Federal em Brasília pediu a condenação do ex-presidente da Câmara e ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a 386 anos de prisão por crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, em um esquema de cobrança de propina e desvio de recursos da Caixa Econômica Federal.

Operação Manus

O processo da Operação Manus, em Natal (RN), onde há denúncia de suposto pagamento de propina para obra do estádio Arena das Dunas, entrou em uma nova fase. Estão sendo ouvidos os depoimentos das testemunhas de acusação. São mais de 100 testemunhas, entre acusação e defesa. O juiz federal Francisco Eduardo Guimarães Farias, titular da 14ª Vara, está ouvindo os depoimentos.

Duplo assassinato

O promotor Marcus Vinicus da Costa Leite, do Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (Gaesp) do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), foi encontrado morto junto a sua mulher, Luciana Alves, hoje (16) na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Luciana também era servidora do MP.

PM assassinado em Aracaju

Não é apenas no Rio de Janeiro que policiais militares são assassinados por bandidos. Em Aracaju (SE), a Polícia Civil constatou que foi um adolescente de 15 anos o autor do disparo que vitimou Gilson Alves Sousa, policial militar morto após uma tentativa de assalto.Junto a ele, estava Glaziel Inácio dos Santos, de 21 anos. A dupla se entregou em um fórum e confessou o crime. O encaminhamento das investigações confirmou a hipótese de latrocínio, após ouvir os envolvidos e analisar imagens de câmeras de segurança.

Barrado pelo TJ

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJ/SE), desembargador Cezário Siqueira Neto, não convidou o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil/Seccional Sergipe (OAB/SE), Henri Clay Andrade, para integrar a comitiva que acompanhará hoje (16) a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, em sua visita a Sergipe.

Assessor da OAB gaúcha

O jornalista Carol Majewsky, de 52 anos, foi encontrado morto no apartamento em que vivia na noite de segunda-feira (15), no Centro de Porto Alegre. Quem encontrou o corpo foi o seu filho adotivo. Carol era conhecido por ter atuado como assessor de imprensa da seccional do Rio Grande do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RS). A polícia suspeita de latrocínio.

Armas para destruição

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) encaminhou para destruição 6.804 armas vinculadas a processos encerrados em 2017. Também foram destinados para destruição 35.772 munições, além de chumbos, facas, pólvora e equipamentos de caça em geral. Todo esse material foi recolhido pela Assessoria Militar do TJES e entregue ao Exército Brasileiro, em Vila Velha, para a devida destruição.