Maués em Coimbra

A Comissão de Relações Institucionais da Seccional da OAB do Rio de Janeiro formulou convite ao ex-presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Henrique Cláudio Maués para participar, na Universidade de Coimbra, em Portugal, do debate intitulado ‘Alterações legislativas no Brasil e Portugal: reflexos no Direito do Trabalho e no Direito Civil Empresarial’.

Juízes na rede

A informação é do site Antagonista: O Conselho Nacional de Justiça marcou para sua primeira sessão do segundo semestre, em 6 de agosto, a retomada da discussão para aprovar a resolução que pretende restringir a manifestação de juízes nas redes para preservar a imagem do Judiciário.

Tragégia no futebol

Mais uma tragédia acabou de acontecer, um jovem faleceu enquanto jogava uma partida de futebol na Argentina. O Ministério Público de Reconquista, relatou que o caso era uma fatalidade e não seria necessário fazer uma autópsia no corpo do goleiro.

Prefeito de Brasília

Morreu, hoje (13), o ex-prefeito de Brasília Paulo de Tarso Santos, aos 93 anos. O mineiro nasceu em 1926 e marcou a história política do país. A morte foi confirmada pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), em que Santos era conselheiro. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Moro 4.7

O ministro da Justiça, Sergio Moro irá completar no próximo dia 1 de agosto 47 anos. Moro já estará de volta da viagem de descanso aos Estados Unidos e poderá comemorar o aniversário na capital da República. Será a primeira vez que Moro irá comemorar a data de aniversário em Brasília, onde reside deste o início do ano quando deixou a magistratura federal para assumir o cargo de ministro no governo Bolsonaro.

Moro em Orlando

O ministro da Justiça e ex-juiz federal, Sergio Moro irá passar a semana de descanso em Orlando, nos Estados Unidos. Moro e a família – mulher Rosangela, que é advogada, e a filha – viajaram do aeroporto de Viracopos, em São Paulo, para o aeroporto de Fort Lauderdale, próximo a Orlando.

Condenações no BRB

O juiz substituto da 1ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal condenou o ex-presidente do Banco Regional de Brasília (BRB), Ricardo de Barros Vieira pela prática de atos de improbidade administrativa em esquema para facilitar a incorporação de bens e valores públicos a patrimônio de particular, bem como para realização de operação financeira sem observância das normas legais.