Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Promotor e defensora

O promotor de Justiça Ariomar José Figueiredo da Silva insultou uma defensora pública durante sessão plenária no Tribunal do Júri em Feira de Santana. De acordo com a defensora Fernanda Nunes Morais da Silva, ao iniciar sua fala, o promotor disse a ela para ficar calma, porque, segundo ele, “a primeira vez com um negão não dói”. O caso aconteceu na última quinta-feira (4).

Prêmio internacional

Destaque internacional para o programa de ergonomia desenvolvido pela Seção Judiciária do Rio Grande do Norte. O ProErgo, direcionado à ergonomia e segurança do trabalho, foi considerado o melhor trabalho na área empresarial no 19º Congresso de Stress da ISMA-BR, 21º Fórum Internacional de Qualidade de Vida no Trabalho, 11º Encontro Nacional de Qualidade de Vida na Segurança Pública e 11º Encontro Nacional de Qualidade de Vida no Serviço Público.

Menos burocracia

O Diretor Superintendente da Umbelino Lôbo, Antônio Marcos Umbelino Lôbo, participou como expositor do lançamento da Conferência Internacional: Menos burocracia, Mais Desenvolvimento. Esse evento que ocorrerá em outubro próximo e é organizado pela Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (ABRIG) em parceria com o Tribunal de Contas da União e do Ministério da Economia.

Velloso escolhido

O advogado Carlos Mário Velloso Filho foi nomeado hoje (04) pelo presidente Jair Bolsonaro ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mineiro de nascimento, Velloso Filho é formado em Direito pela Universidade de Brasília.

Perda auditiva

A 2ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal condenou o Departamento de Estrada de Rodagem do Distrito Federal – DER/DF a pagar indenização a servidor devido à perda auditiva em ambiente de trabalho. O autor da ação exercia a atividade de motorista na empresa e, durante o tempo de serviço, esteve exposto a altos índices de ruídos por conta do mau estado de conservação do caminhão que dirigia.