Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Criticou, dançou

O atacante Dagoberto, do Vitória (BA), foi punido com um jogo de suspensão pelo STJD após fazer duras críticas à CBF após a derrota por 3 a 2 para o Santos, no Barradão, em jogo realizado dia 24 de julho. A auditora do processo, Sônia Frúgoli, decidiu pela aplicação de uma partida de suspensão por infração no artigo 258 (Assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva, em relação a componente de sua representação, representação adversária ou de espectador).

Patrocínio estatal

O Ministério Público Federal investiga se o patrocínio da estatal Apex (Agência de Promoção de Exportações) firmado na véspera da abertura da Olimpíada foi uma forma de simular transferência de recursos públicos para o comitê organizador Rio-16, a fim de fugir da fiscalização.

Uma nova advogada

A jornalista Luciene de Assis, que durante anos trabalhou na cobertura das atividades do Judiciário em Brasília para o jornal O Globo, é mais uma repórter que resolveu cursar direito. Luciene participará da colação de grau amanhã (17) no clube do Exército, no Setor de Clubes Sul, na capital federal. Ela cursou direto na UPIS (União Pioneira da Integração Social).

Allemand, o ouvidor

O conselheiro e ouvidor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o advogado capixaba Luiz Cláudio Allemand irá completar os primeiros doze meses representando o Conselho Federal da OAB no órgão de controle externo da magistratura.

Trabalho infantil

A ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Kátia Arruda estará em Florianópolis, nesta quinta-feira (18), para abrir o seminário “Trabalho Infantil e Aprendizagem: diagnósticos e perspectivas”. Voltado para a formação continuada de magistrados e servidores, o evento compõe a programação da Escola Judicial do TRT-SC e vai abordar alguns dos principais desafios sobre o tema, entre eles a ampliação da contratação de aprendizes e o impacto dos agrotóxicos sobre crianças e adolescentes na agricultura familiar.

Escola de R$ 2 milhões

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA) realiza amanhã (17/8), mais um leião judiciário no Polo da Justiça do Trabalho em Juazeiro, dessa vez apenas na modalidade eletrônica. Os 26 lotes oferecidos já estão disponíveis para lances no site www.nordesteleiloes.com.br, e o destaque vai para um prédio (lote 13) com estrutura de escola, com quatro salas, medindo cada uma 9×4 m, avaliado em R$ 2 milhões.

Morte após delação

O Estado tem o dever de custódia e preservação da integridade física de todos aqueles que estão sob sua guarda. Sob essa premissa, a 1ª Câmara de Direito Público condenou o ente público a indenizar por danos morais – no valor de R$ 50 mil – mãe de detento morto nas dependências de unidade prisional. Os companheiros de cela afirmaram que ele sofreu um mal súbito e a investigação só foi iniciada três dias após a morte, quando a genitora do preso teve ciência do fato.

Fausto, par ou impar

Eu e o repórter Antonio Carlos Campos, mais conhecido no meio jornalístico como Bininha, fomos a Natal (RN) participar de um evento do Conselho Federal da OAB. Antes de embarcar ligamos para o saudoso ministro Francisco Fausto, com quem trabalhamos na presidência do TST. Assim que pendurou a toga, Fausto voltou a residir em Natal.

Delação premiada

O Procurador-Geral de Justiça do Rio Grande do Sul, Marcelo Dornelles, participou do IV Encontro Nacional sobre Controle e Gestão Pública: “Os desafios do controle à corrupção”, realizado no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS). Dornelles palestrou no painel “A delação premiada e o direito dos acusados”.