Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Microsoft condenada

O juiz Paulo Assed Estefan, da 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, condenou a empresa Microsoft a indenizar os consumidores pelos danos materiais e morais causados por uma atualização defeituosa do sistema operacional Windows 7 oferecida ao mercado brasileiro em 9 de abril de 2013. A sentença acolheu parcialmente os pedidos feitos em duas ações civis públicas movidas pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio e pela Associação Estadual de Amparo ao Consumidor e ao Cidadão e Defesa contra as Práticas Abusivas.

Assalto ao pai

A Justiça marcou para o dia 4 de outubro a audiência para ouvir a jovem que teria planejado por WhatsApp um assalto ao próprio pai em Guararapes (SP), em março deste ano. Nesta terça-feira (30) foi feita a primeira audiência do caso, mas a filha mais velha, principal pivô da história, não foi ouvida pelo…

Depoimento de Crianças

O presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, assinou, no Pleno do Tribunal de Justiça do Paraná, o Termo de Cooperação Interinstitucional e Parâmetros/Procedimentos para a implantação do Depoimento Especial de Crianças e Adolescentes Vítimas ou Testemunhas de Violência.

A crise na OAB

A crise financeira que atinge o país bateu no bolso da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA). O presidente da Ordem, Luiz Viana, explicitou a situação financeira da seccional, que, se não adotar algumas medidas de readequação orçamentária, poderá fechar o ano com as contas no vermelho.

Os brigões gremistas

Uma briga envolvendo pelo menos quatro torcedores gremistas antes do jogo do último domingo (28/8) na Arena pode ampliar a suspensão da torcida Geral do Grêmio. A confusão envolveu um dos líderes da organizada e resultou na agressão de sua companheira. A mulher afirma ter levado socos e pontapés, e decidiu representar criminalmente contra os agressores.

Organização criminosa

O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou 23 pessoas que integravam uma organização criminosa especializada em fraudar o sistema de registro, tramitação e consulta de processos administrativos da Fazenda Nacional, o Comprot. Trata-se do esquema desvendado pela Operação Protocolo Fantasma, realizada no final de 2013. A informação é do site convergência digital.

Rebeliões à vista

” A situação do sistema penitenciário em Sergipe está muito grave. A qualquer momento pode haver rebeliões em proporções incomensuráveis.” O alerta é do presidente da OAB/SE, Henri Clay Andrade. Os agentes penitenciários estão revoltados em virtude da defasagem salarial e os detentos porque um dos presídios tem capacidade para 800 detentos mas está atualmente com 2.800 reclusos.