Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

O som das badaladas

A Justiça determinou a limitação do volume dos sinos tocados pela Igreja São Pedro de Alcântara, na QI 7 do Lago Sul, em Brasília. A determinação tem como objetivo assegurar o direito ao sossego, segundo decisão unânime da 6ª Turma do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. O autor da ação é vizinho da igreja há 30 anos e alega que, há um ano, foi instalado um maquinário para quatro sinos que tocam cinco vezes ao dia, durante cinco minutos por vez.

Ministro Beltrame

O desgaste de Alexandre de Moraes junto ao próprio presidente Michel Temer pode custar-lhe o cargo de ministro da Justiça. Cada mancada de Moraes fortalece no Planalto o projeto de convite ao delegado federal José Mariano Beltrame, ex-secretário de Segurança do Rio, para o Ministério da Justiça. Se confirmado o convite, Beltrame será o primeiro policial federal a virar ministro. Moraes subiu no telhado. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Ex-secretário da área em São Paulo, Temer vai confiar R$2 bilhões ao ministro da Justiça para investir em segurança, prioridade fundamental.

Parecer de peso

O escritório do constitucionalista Heleno Torres foi contratado por amigos do atual presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia para opinar sobre a viabilidade do parlamentar ser reeleito dirigente máximo da Casa. Torres já está trabalhando na elaboração do parecer.

Fim das coligações

O Senado aprovou hoje (9) por 58 votos favoráveis e 13 contrários uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê mudanças no atual sistema político do país. O texto prevê a criação de cláusulas de desempenho eleitoral para que os partidos políticos tenham acesso ao fundo partidário e ao tempo gratuito de televisão. A…

Jogos de azar

A Comissão Especial do Desenvolvimento Nacional aprovou hoje (08) o projeto que legaliza os jogos de azar no país. O texto do senador Ciro Nogueira (PP-PI) libera cassinos, bingo, jogo do bicho e apostas eletrônicas. As concessões serão feitas pela Caixa e terão validade de 25 anos, prazo que poderá ser renovado por igual período.

Rezek avalia Trump

Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, o ministro aposentado do STF e ex-ministro das Relações Exteriores e da Corte Internacional da Haia, Francisco Rezek avaliou que o Brasil figura entre os países menos afetados com a vitória insperada de Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas.

Um homem livre

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa disse hoje (9) que é um “homem livre” ao ser perguntado sobre a possibilidade de disputar as eleições presidenciais de 2018. No entanto, Barbosa ponderou que “até hoje não se interessou” pela política.

Jogador cubano

Um jogador de basquete que tentava embarcar para o Chile, onde, segundo os autos, cumpriria contrato de trabalho, teve seu pedido de indenização negado pelo juiz da 5ª Vara Cível da Serra (ES). A ação, na qual o homem pedia pouco mais de R$ 60 mil em reparações, foi ajuizada contra uma empresa de linhas aéreas. O requerente, que é cubano, só poderia fazer o embarque com visto de trabalho do país.

Só bolacha

Uma família de Itajaí, em Santa Catarina, vai ser indenizada em R$ 26 mil pela companhia aérea Gol. A empresa não teria disponibilizado refeições adequadas em viagem de férias para Punta Cana, na República Dominicana. O caso ocorreu no réveillon de 2012.

O juiz e Cachoeira

Está mantida a aposentadoria compulsória do desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT-18/Goiás), Júlio César Cardoso de Brito. Decisão unânime do Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reiterou a condenação do magistrado, sentenciada pelo TRT18 em 2013 e confirmada, em 2014, pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST).