Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Carlinhos de Jesus

“Eu perdi meu filho. Eu rogo a Deus que vocês vivam bastante para que amarguem a dor do arrependimento”, declarou emocionado o coreógrafo Carlinhos de Jesus, em depoimento no primeiro dia do julgamento dos acusados pela morte de seu filho, o músico Carlos Eduardo Mendes de Jesus, o Dudu, na madrugada do dia 19 de novembro de 2011, em Realengo, Zona Oeste carioca.

Audiência em casa

Ao tomar conhecimento que Júlio César Almeida da Silva, de 32 anos, portador da doença Behçet (inflamação dos vasos sanguíneos que também afeta as articulações), estava impossibilitado de comparecer à audiência para reconhecimento de união estável com a companheira Dionízia Dias Jorge, 31, o juiz Rinaldo Aparecido de Barros foi até a residência do casal…

A carta de Janot

Em uma extensa carta enviada aos colegas do Ministério Público Federal (MPF), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, agradeceu o trabalho de todos no processo que culminou com o acordo de colaboração da Odebrecht e alertou para os riscos que a democracia brasileira corre por conta da corrupção e pelo abuso de poder político e econômico.

Nordestão na justiça

A 7ª Vara do Trabalho de Natal (RN) condenou o Supermercado Nordestão Ltda. a pagar uma indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 1 milhão pelo não cumprimento de normas de saúde e segurança no ambiente de trabalho. A decisão determinou, ainda, uma multa de R$ 585 mil pelo não cumprimento de uma decisão liminar com medidas a serem adotas pelo supermercado com o objetivo de melhorar as condições de serviço. O processo foi uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN).

Crimes contra crianças

Crimes sexuais praticados contra crianças e adolescentes de Rio Branco (AC) foram pauta de uma reunião realizada entre o promotor de Justiça de Defesa da Infância e Juventude, Mariano Jeorge, e a delegada de Polícia Elenice Carvalho. O encontro ocorreu na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). Ali, existem cerca de 550 inquéritos em tramitação.

Sargento condenado

Um ex-sargento temporário do Exército foi condenado pelo crime de falsidade ideológica em julgamento no Superior Tribunal Militar (STM). O réu fraudou a documentação exigida no processo de seleção, o que causou prejuízo de quase R$ 30 mil à Administração Militar. De forma unânime, o STM manteve na íntegra a sentença da 1ª Auditoria do estado do Rio de Janeiro e condenou o réu a um ano de reclusão, em regime inicialmente aberto.

Civil assume STM

Toma posse amanhã (16) o novo presidente do Superior Tribunal Militar (STM), ministro José Coêlho Ferreira, eleito no dia 15 de fevereiro, pelo Plenário da Corte. Na mesma eleição, foi escolhido o vice-presidente da Corte para o período 2017/2019. Será o ministro Lúcio Mário de Barros Góes, um dos quatro generais-de-Exército a terem assento no Plenário.

Foto com turbante

Os moradores do Rio de Janeiro que precisam de uma nova carteira de identidade podem usar adornos religiosos na cabeça na hora de tirar a fotografia para o documento. A nova orientação leva em consideração uma recomendação feita pela Defensoria Pública do Estado (DPRJ) e a Ordem dos Advogados do Brasil há um ano, quando uma mulher foi impedida de emitir uma segunda via do RG usando um turbante.

Carlinhos de Jesus

Serão julgados no I Tribunal do Júri da Capital, amanhã, dia 15, às 13h, os réus Miguel Ângelo da Silva Medeiros, André Pedrosa dos Santos e Magno Carmo Pereira. Os três foram denunciados pela morte do músico Carlos Eduardo Mendes de Jesus, filho do coreógrafo Carlinhos de Jesus, na madrugada do dia 19 de novembro, de 2011, em Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro. O juiz Gustavo Direito presidirá o julgamento.

Tolerância zero

O Comissariado da Infância e Juventude, entidade vinculada ao Juizado da Infância e da Juventude da Comarca de Macapá (Área de Políticas Públicas e Medidas Socioeducativas), inspecionou bares, boates e zonas de vulnerabilidade social para fiscalizar a presença de crianças e adolescentes. A fiscalização iniciou por uma área de prostituição localizada no bairro Congós. Foram recolhidas cinco adolescentes, que apresentavam sintomas de uso de entorpecentes e resistiram na hora da apreensão, informou o servidor do Comissariado, José Casemiro.