Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

Hangares na Pampulha

O juiz Pedro Câmara, em cooperação na 33ª Vara Cível de Belo Horizonte, presidiu uma audiência de conciliação em uma ação civil pública (ACP) proposta pelo Ministério Público (MP) contra 13 empresas de aviação que ocupam hangares no Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha.

Segurança de magistrados

O Vice-presidente da Associação dos Magistrados do Espírito Santo (Amages), encarregado da área de segurança, juiz Carlos Eduardo Ribeiro Lemos visitou, na terça-feira (10), o desembargador Antônio Jayme Boente, presidente da Comissão de Segurança Institucional (Coseg) do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ). O objetivo do encontro foi conhecer o protocolo de segurança dos magistrados do estado.

Assistência aos Condenados

Nesta sexta-feira (14), a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) fará o lançamento da pedra fundamental no terreno onde será construída a sede da associação. O evento será realizado às 10 horas, no km 362 da BR-060, saída para Sidrolândia, em Mato Grosso do Sul.

Intimação e notificação

O Tribunal de Justiça da Bahia disponibiliza o sistema eletrônico de citação, intimação e notificação processuais, de ações que tramitam no PJe 1º e 2º Graus e Projudi. Pessoas jurídicas de direito público e de direito privado devem se cadastrar para ter acesso aos atos expedidos nessas plataformas, de forma unificada.

Reciclagem no TRT

A Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre destinou neste ano cerca de 4,2 toneladas de papel e 3,5 toneladas de metal para reciclagem. O descarte de processos judiciais antigos, após a avaliação documental, foi feito à Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Porto Velho/RO (Asprovel), parceira do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região no Programa TRT Recicla. Já os metais são provenientes da troca do forro do edifício-sede.

Justiça em Números

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal conquistou mais uma vez a categoria Ouro do Selo Justiça em Números, concedido pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ aos tribunais brasileiros que mais investem na excelência da produção, gestão, organização e disseminação de suas informações administrativas e processuais.

Imperícia médica

O município de Goiânia (GO) terá de indenizar, por danos morais arbitrados em R$ 10 mil, uma mulher que, após parto normal, realizado na Maternidade Dona Iris, ficou com restos placentários no útero – retirados, apenas, 30 dias após o nascimento do bebê. A sentença é do juiz Fabiano Abel de Aragão Fernandes, que ponderou os transtornos sofridos pela paciente por causa da imperícia da equipe médica.

Minha Casa Minha Vida

Amanhã, dia 6, a Justiça Federal no Rio Grande do Norte promoverá audiência pública sobre “Vícios de construção em empreendimentos imobiliários do Programa Minha Casa Minha Vida”. O debate faz parte do Centro de Inteligência da JFRN, que atua como prevenção de demandas.