Jornalista no eixo Brasília-Rio de Janeiro.

A elite rouba

Da atriz Bruna Lombardi que teve a casa assaltada por sete homens, na última quarta-feira, dia 23, no bairro do Morumbi, na zona oeste de São Paulo.”Não se pode reclamar da violência em um país em que a elite rouba”.

Falta de gasolina

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), em razão da falta de combustíveis ocasionada pela paralisação dos caminhoneiros, adiou a realização do seminário “Inovações no Direito à Convivência Familiar e Comunitária de Crianças e Adolescentes”, prevista para ontem. A nova data do evento será dia 29 de junho.

Ônibus rosa

Durante todo o mês de junho, a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica (COMVIDES) realiza, em três Comarcas do norte do estado, o Mutirão do Juizado Itinerante da Lei Maria da Penha.

O sequestro e o resgate

Do advogado Luiz Fernando Pereira, Luiz Fernando Pereira, do escritório VGP Advogados, ao analisar a greve dos caminhoneiros que parou o país: “O Brasil foi sequestrado por sindicatos de caminhoneiros. E vai pagar o resgate.” Recentemente, Luiz Fernando venceu, defendendo os poupadores lesados pelos planos Bresser, Verão, Collor 1 e Collor 2, a disputa contra…

Sobrou até para tia

Uma discussão entre a presidente em exercício do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), desembargadora Elisabeth Carvalho, e seu sobrinho e vice-prefeito do município de Palmeira dos Índios (AL), Márcio Henrique (PPS), levou o governador em exercício, desembargador Otávio Leão Praxedes, a ameaçar prender e determinar que seguranças expulsassem o político do evento que reuniu…

Turista espanhola

O Tribunal do Júri da Comarca de Alcântara condenou José Vicente Mathias, mais conhecido como Corumbá, a 22 anos, quatro meses e 15 dias de prisão pela morte da espanhola Núria Fernandez Collada, que tinha 27 anos na época do crime.

Cadastramento de presos

O Poder Judiciário de Alagoas iniciou o cadastramento biométrico dos 192 presos do Presídio de Segurança Máxima, localizado no bairro Tabuleiro do Martins, em Maceió. O trabalho, feito pelo Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF), deve ser concluído até amanhã (25).

Nome e gênero

Os cartórios de registro civil de São Paulo já podem alterar o nome e gênero de transexuais diretamente na certidão de nascimento, sem necessidade de autorização judicial. A norma estadual foi publicada no Diário Oficial do Estado e regulamenta a atuação dos cartórios diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de março, que autorizou…