Nomeações nos tribunais

O presidente da República, Jair Bolsonaro poderá fazer até o final de seu mandato, em 31 de dezembro de 2022, 90 nomeações em 35 tribunais. O número ainda subirá para 108 se for criado um novo Tribunal Regional Federal, em Belo Horizonte, o que abriria vaga para 18 juízes. Durante o mandato de Bolsonaro, haverá ao menos duas vagas no STF (Supremo Tribunal Federal). Considerando todas as cortes superiores, serão 13 vagas.

Emmanoel no CNJ

O Senado aprovou a indicação do ministro Emmanoel Pereira para compor o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no biênio 2019/2021. O ministro foi indicado pelo Tribunal Superior do Trabalho para representar a corte no CNJ em substituição a Aloysio Corrêa da Veiga.

Multa milionária

O zagueiro Geraldo Piqué, do Barcelona, é acusado de fraude fiscal na tributação de seus direitos de imagem, e teve negado o recurso negado contra a sentença de um tribunal administrativo em 2016 que o obrigava a pagar 1,5 milhão de euros.